Muito Fofa ❤️

Oi gente!!

Eu estava mexendo no meu celular  esses dias e dei uma passadinha no youtube e ”acidentalmente” encontrei um vídeo super fofo!!!

Acho um amorzinho ver os gringos tentando falar nossa língua, e tudo ficou ainda mais fofo quando essa bonequinha tenta se comunicar com seu publico brasileiro.

Anastasiya Shpagina é de Odessa, Ucrânia e tem um canal no youtube onde se destaca  seus videos de makes maravilhosos.

Aqui esta os videos e ja vou avisando, é muita fofura para um vídeo só haha  ❤️

https://www.youtube.com/watch?v=tUdDDVZkLkc

E esse que é mais recente – depende de quando você estiver vendo heuheu

https://www.youtube.com/watch?v=P5j6dmQs0P8

Espero que vocês tenham gostado assim como eu.

Beijos ❤️

Escrito por : Amanda Ferraz

Anúncios

Resenha : Fazendo meu Filme : A estreia de Fani

Fazendo_meu_filme_2edicao1

Durante uma viagem em família para Belo Horizonte, minha irmã comprou um livro chamado ‘’Fazendo meu filme: A estreia de Fani’’, de uma tal de Paula Pimenta.

O livro parecia ser realmente bom. A capa era bonita, eu estava querendo ler um livro. Pois bem, decidi que iria ler.

A inicio, a historia parecia realmente interessante. Uma adolescente, no segundo ano do ensino médio que preferia ficar em casa assistindo um bom filme ao invés de sair para festas como a maioria das adolescentes de sua idade. De cara, já me identifiquei com a personagem.

Ao longo da historia, Estefânia (mas que prefere ser chamada de Fani), vive aventuras que qualquer garota de dezesseis anos já passou, passa ou um dia passará. Ate a menina mais rebelde ou indelicada, consegue se identificar com as historias da dramática Fani.

Simplesmente apaixonada por filmes, vive indo ao cinema e sempre os classifica em até cinco estrelas.

Belo-horizontina, vai a Shoppings, e claro, a escola. La, ela encontra seu professor Marquinhos de biologia – do qual ela jura estar apaixonada – vê seus amigos, Gabi, Natália, Priscila, Rodrigo e claro Leo. O Leo. Você vai entender o porquê do ‘’O Leo ‘’ quando ler o livro.

Esse romance, tão complicado que ocorre entre os cinquenta e cinco capítulos do livro, vai fazer você sorrir, chorar, ficar com raiva e se encantar. Você vai viver o romance como se fosse com você, ou com sua melhor amiga.

Quando terminei o livro, fiquei com o gostinho de quero mais. A Paula consegue escrever de uma forma tão incrível que você vai terminar o primeiro livro e ir correndo ler o segundo para saber o que vai acontecer.

Se eu fosse a Fani, e se esse livro fosse um filme, eu daria cinco estrelas.

Escrito por : Amanda Ferraz

Caloooooor

Socorro Jesus acho q vou morrer de calor!! Haha sério gente. Eu nunca fui muito fã de calor , mas de uns anos pra cá, eu não sei o que esta acontecendo – aquecimento global? – e São Paulo mudou de ”Terra da garoa” para terra que ou é frio demais ou calor demais porque olha…não da não.

Ficar em casa já esta sendo um sacrifício porque não temos ar condicionado em casa e um circulador só não está dando para refrescar não haha

E andar na cidade se tornou pior ainda, fico procurando uma loja com ar condicionado para entrar para ver se ajuda porque ta difícil.

Desculpa pelo post chato mas é que eu estou morrendo aqui de calor e queria desabafar kkk

E vocês, como estão fazendo para aguentar esse calor que parece que não tem fim?

Escrito por : Amanda Ferraz

Resenha : ”As Vantagens de Ser Invisível”

“Então, eu acho que nós somos o que somos por uma série de razões. E talvez nunca saberemos a maioria deles.” – As Vantagens de Ser Invisível.

Quem nunca imaginou como seria se pudesse ser invisível por um dia? Eu por exemplo já pensei varias vezes as coisas que faria se tivesse essa oportunidade, como comer coisas sem ninguém ver, descobrir aquele segredo que você estava curiosa para saber e diversas outras coisas.

Quando pensamos em como seria a sensação de viver por um dia sem ser visto, pensamos em diversas coisas positivas e divertidas que faríamos… Mas e sobre se sentir invisível? Será que seria realmente bom viver em um mundo em quem ninguém nota sua presença? Que se você estivesse aqui ou não, não faria nenhuma diferença? Pois é. É assim que Charlie e muitos outros adolescentes se sentem. Invisíveis.

Quando vi esse livro de Stephen Chbosky, me interessei na mesma hora. ”Me sinto invisível e estou procurando as vantagens de ser assim, quem sabe esse livro me mostre? ” . Ok confesso que não descobri essas vantagens quando terminei de ler. Mas comecei a  ver o mundo de outra forma. Não por ser bom ser invisível, mas por ser diferente e se orgulhar disso.

Com um enredo realmente empolgante, conta a historia de um jovem que esta no ensino médio e escreve cartas para um destinatário ( o qual não diz quem é ), onde fala sobre o que aconteceu, sobre seu dia, sobre a escola, família e etc.

Após seu único amigo cometer um suicídio, Charlie tem que enfrentar a escola sozinho. Onde encontra seus amigos Sam e Patrick. Aqueles no qual ira viver loucas aventuras.

Charlie começa a viver uma nova realidade, de festas e drogas e começa a ter uma nova paixão.

Com um final emocionante, você vai chorar, rir e se identificar com essa historia, é aquele tipo de livro que quando você termina de ler sente que perdeu um amigo. É um livro que vai fazer você querer passar sentindo o vento em você por um túnel com seus amigos ouvindo ‘’aquela’’ musica e dizer que se sente infinito.

Escrito por : Amanda Ferraz

Primeiro Post

Oi gente!!

Esse é um pequeno post só para ter alguma coisa escrita aqui haha, em breve terá vários posts meus para vocês me acompanharem. Textos, resenhas, crônicas, diário pessoal , um pouco de tudo.

Espero que vocês gostem e aproveitem porque tudo aqui vai ser postado com muito amor e carinho :3

Um abraço bem apertado em vocês.